Sob normas da Vigilância Sanitária, Feira Livre retornará apenas com feirantes de Araci

Após uma vistoria feita na feira livre de Araci, por uma comissão formada pelo poder executivo municipal, representantes da Vigilância Sanitária e do Setor de Tributos da Prefeitura de Araci, além de um representante dos feirantes do município, foi aprovado o retorno do funcionamento da feira popular. De acordo com a gestão municipal, a feira livre passará a acontecer de terça à domingo, das 07h às 13h, na área coberta que fica ao lado do Mercado Municipal da cidade. Essa feira vai acontecer apenas com comerciantes do município. Ainda de acordo com a gestão, o funcionamento está condicionado ao atendimento das normas determinadas pela vigilância sanitária, sobre o cuidado com o manuseio dos alimentos, evitando que os mesmos possam estragar e trazer prejuízo para os comerciantes. Além disso, também devem ser atendidas as regras de distanciamento entre as pessoas que utilizarem o local, para evitar a possível contaminação pelo Covid-19 (coronavírus). Para o controle de acesso, apenas duas vias foram liberadas (entrada e saída) com a permanência máxima de até 20 pessoas dentro do espaço. O acesso ao local será restrito e controlado por um fiscal. “Entendemos que existe a necessidade de alguns feirantes que precisam vender seus produtos, e que a população também possa ter acesso aos alimentos como era feito antes, mas temos ainda que manter as normas de segurança sanitária para evitar o contágio”, alerta o líder do executivo municipal. Essa determinação cumpre ao que está descrito no Decreto NE n. 1339, de 20 de março de 2020 que, em seu artigo 5º, informa que “as medidas previstas no decreto, bem como seus prazos, poderão ser reavaliadas a qualquer momento, condicionado à evolução do estado de emergência internacional decorrente da contaminação pelo Coronavírus”. Este Decreto determinava a suspensão das atividades de Feira Livre em toda a área do município, mas permitiu a reavaliação da necessidade de funcionamento, de forma controlada. Os outros tipos de comércio que estavam descritos no Decreto ainda devem permanecer fechados.(Ascom PMA)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *