Traficante que já cumpria pena em SSA está entre alvos de operação contra tráfico de armas

Um dos alvos da operação Gun Express, deflagrada pela Polícia Federal (PF) na manhã desta quinta-feira (5) para desarticular um grupo envolvido com tráfico internacional de armas, está preso no Complexo Penitenciário Lemos Brito, na Mata Escura. A informação foi divulgada pela Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), que colaborou na operação com a Secretaria de Administração Penitenciária da Bahia (Seap-BA) e a PF. Segundo a SSP-BA, durante o cumprimento dos mandados de prisão e de busca e apreensão no presídio, as polícias apreenderam dois celulares, acessórios, porções de drogas, anotações e uma faca na cela ocupada pelo traficante internacional de armas e drogas. Já a Seap acrescentou que, mesmo custodiado, o interno A.L.S. estaria praticando ações delituosas extramuros, chegando a ser apontado como comandante do comércio ilegal de armas e drogas em diversas regiões do Brasil. Toda a ação para cumprir os mandados contra o criminoso contou com cerca de 50 agentes, com apoio da Companhia de Intervenção e Resgate Prisional do Batalhão de Guardas (BG) da Polícia Militar, da Coordenação de Operações Especiais (COE) da Polícia Civil, além da Delegacia Regional de Combate ao Crime Organizado da PF, e da Coordenação de Inteligência Prisional e do Grupo Especializado em Operações Penitenciárias, ambos da Seap. No total, foram 62 mandados expedidos na operação, 19 cumpridos na Bahia, sendo oito em Salvador. Os demais foram em Lauro de Freitas, Jacobina e Camaçari.